http://sucessomental.com/wp-content/uploads/2016/07/tecnica-para-meditar-corretamente.jpg

Meditação Transcendental: Relatos de uma meditante – estresse, paz e intuição

Sabe aquele turbilhão de pensamentos passando pela cabeça? Muitas ideias, pensamentos positivos, negativos, realidades paralelas fluindo a todo o momento, te perturbando a cada minuto, quer você queira ou não. Sabe do que eu estou falando? Às vezes, tenho a impressão que nem eu sei o que é exatamente isso. Logo, você vai entender porque digo isso.

Pode-se considerar a meditação transcendental, prática de 20 minutos, duas vezes ao dia, como um tipo de limpador de sistema. Considero que ela filtra os pensamentos inúteis que estão vagando na cabeça, tornando assim, a pessoa mais eficiente e inteligente. Num mundo em que temos uma quantidade mais do que exagerada de estímulos por dia se faz necessário qualquer meio de limpeza, para manter o sistema como um todo funcionando melhor.



Disse que nem eu mesma sei exatamente qual seria a sensação de ter um milhão de pensamentos passando pela cabeça a todo momento porque acho que isso não acontece comigo da forma que acontece na maioria das pessoas, considerando que medito desde muito tempo.

Mais precisamente, quando tinha completado 11 anos. Pois bem, professores de meditação dizem que o ideal é aprender a meditar exatamente quando se é criança, ou seja, mais precisamente, aos nove anos.

As crianças têm menos preocupações, porém, a partir do momento em que se cria o hábito, se torna mais fácil continuar a praticar e perceber os diversos benefícios à vida diária.

A cada ano, a ciência comprova cada um dos benefícios da meditação. Se quiser números, clique aqui.

Antienvelhecimento

Hoje, tenho 21 anos, ou seja, tenho 10 anos de meditação frequente. Me olho no espelho e percebo peculiaridades no meu corpo, quando me comparo a mulheres da minha idade. Os “chutes” de idade que as pessoas me dão, sem me conhecerem, geralmente, chegam a ser pelo menos de cinco anos mais nova que a minha idade atual. Principalmente, quando me vêem de roupa de banho. Isso me deixa intrigada, mas de uma forma boa. Afinal, quem não quer parecer mais jovem?

Meu corpo parece mais saudável nas partes que mais lembram os bebês, como nas bochechas, braços e pernas. Dr. Robert Keith Wallace foi um dos primeiros cientistas a estudar os efeitos da Meditação Transcendental sobre o envelhecimento e ele publicou suas descobertas na revista International de Neurociência (16: 53 58, 1982).

Wallace descobriu que indivíduos com uma idade cronológica média de 50 anos, que vinham praticando a Meditação Transcendental por mais de 5 anos, tinha uma idade biológica de 12 anos mais jovem que sua idade cronológica. Isso significa que um meditante de 55 anos tinha a idade fisiológica de uma pessoa de 43 anos. É claro, que provavelmente, perceberemos mais tarde os efeitos antiaging que a meditação está trazendo para mim. Já que os cremes antirrugas começam a ser indicados para pessoas a partir de 25 anos…

Mas, você deve estar se perguntando como ocorre isso. A chave da resposta e também o principal slogan da meditação: combate ao estresse. Combatendo o estresse também se trata diversas doenças modernas.

A vida é bela

Pense comigo, se você fica menos estressado, logo ficará menos bravo por qualquer coisa e portanto, reage aos problemas de forma mais tranquila e equilibrada. Se então faz isso, aos poucos, considerará seus problemas cada vez menores, e aceitará que as coisas que lhe incomodam atualmente só estão acontecendo para o seu bem, para sua evolução.

Quem pensa assim, não se aborrece facilmente, não briga com qualquer um, por qualquer coisa, não tem reações precipitadas e exageradas cada vez que se vê em uma situação difícil. Sua vida se torna mais bela. Mas porquê? Ela mudou radicalmente? As pessoas a minha volta estão diferentes? Talvez sim, mas a princípio, vai perceber que ao começar a meditar, quem está mudando primeiro é você! E não o ambiente.

Depois de um tempo de prática diária, suas energias positivas influenciarão o ambiente externo e você verá que está atraindo mais positividade para a sua vida sem nem mesmo perceber exatamente como isso acontece. Porém, posso afirmar com certeza, isso acontece! E a sensação é maravilhosa!

Paz

Sabe paz? Outro desejo humano, o qual tanto se fala, mas não se sabe por onde começar a procurar. Te digo uma coisa, já senti paz. Você pode acreditar ou não, não tenho a intenção de pedir que acredite. Apenas, pretendo despertar sua curiosidade para o tema e fazer com que abra a mente para a busca pessoal pela paz.

Esta, não pode ser comprada, alugada ou achada. Não se busca a paz, como quem procura por um animalzinho perdido. Ela está dentro de cada um. Busque o autoconhecimento, a meditação ou se preferir, a oração. De antemão, afirmo: meditação Transcendental não é religião e nem tem vínculo direto com qualquer prática religiosa. A meditação Transcendental é uma prática simples, sem esforço, que com um pouco de tempo, passa a ser tão natural quanto escovar os dentes.



Intuição

Outra observação minha que não posso deixar de citar se trata da intuição. A definição da palavra diz “faculdade ou ato de perceber, discernir ou pressentir coisas, independentemente de raciocínio ou de análise”. É isso! Minha intuição é forte. Sinto em quem devo confiar, sinto que devo pegar o guarda-chuva mesmo que naquele momento, o sol esteja brilhando, sinto onde devo estar para uma coisa surpreendente me acontecer.

Estou em sintonia com a natureza e o ambiente a minha volta. Devo isso a meditação, não tenho dúvidas de que ela tem desenvolvido isso em mim todo esse tempo. Só sentindo para perceber o quanto é bom, ter uma intuição aguçada.

Sobre a autora Thaís Betat

Thaís Betat escreveu 66 post neste site.

Jornalista, estudante de pós graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, criadora e escritora do site: https://www.thaisbetat.com

Comentários no Facebook

1 thought on “Meditação Transcendental: Relatos de uma meditante – estresse, paz e intuição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *