O Whatsapp funciona?

O aplicativo de celular Whatsapp está presente na vida diária das pessoas, atualmente. Ele surgiu como mais uma forma de comunicação rápida para colaborar com a comunicação entre as pessoas.

Pelo ponto de vista histórico, a comunicação mudou significativamente. Voltando lá pra idade média, as informações eram passadas por mensageiros que viajavam pelas cidades, e também por carta, um dos meios mais antigos de se comunicar.


Muitas vezes essas cartas demoravam meses para chegar. E, neste meio tempo, muitas situações podem ter se transformado e nada daquilo que estava escrito na, tão esperada carta, que, enfim, chegaria ao seu destinatário estava mais acontecendo.

Hoje não, o fator tempo de chegada da informação não é mais um problema. A mensagem chega instantaneamente.

Penso que mesmo com toda a evolução que a tecnologia trouxe para as trocas de ideias entre as pessoas, ainda assim o aplicativo tem suas limitações.

O que é o Whatsapp

“O WhatsApp Messenger é um aplicativo gratuito para a troca de mensagens disponível para Android e outras plataformas. O WhatsApp utiliza a sua conexão com a Internet (4G/3G/2G/EDGE ou Wi-Fi, conforme disponível) para enviar mensagens e fazer chamadas para seus amigos e familiares. Mude do SMS para o WhatsApp para enviar e receber mensagens, chamadas, fotos, vídeos, documentos e Mensagens de Voz”

Esta é a descrição do aplicativo na PlayStore. Entre as vantagens estão: a ausência de taxas extras, possibilidade de trocar enviar e receber fotos, vídeos, documentos e mensagens de voz, fazer chamadas gratuitas entre outras.

Ou seja, pode-se mandar o que pensa em forma de texto e som (mensagens curtas) e ainda completar com a suposta emoção com que pretende dizer cada frase por meio dos emojis.


Limitações técnicas do Whatsapp

As famosas carinhas além de poderem ser falsas, ao não serem colocadas existe a chance de ser mal compreendido e a outra pessoa achar que está bravo ou chateado com ela. O que, muitas vezes, não é o caso.

A comunicação e o entendimento da mensagem podem ser falhos por muitos motivos. A conversa ao vivo com uma ou mais pessoas é sempre mais completa de fatores que são simplesmente descartados pelo celular.

Por exemplo, o tom de voz, a energia com que a pessoa deposita nas palavras e transmite para a pessoa, a linguagem corporal e, também, a mensagem por ter de ser diminuída para caber no aplicativo também perde alguns elementos.

É importante apontar que a ferramenta não é perfeita e que não foi inventado ainda um meio de se comunicar melhor que o contato direto e presencial com as pessoas. Concorda? Devemos sentir a comunicação, da mesma forma com que sentimos o amor. O que acha? Comente abaixo:

 

Sobre a autora Thaís Betat

Thaís Betat escreveu 50 post neste site.

Jornalista, estudante de pós graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, criadora e escritora do site: http://www.thaisbetat.com

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *